the libertines tocam dois concertos em 2010

Há bandas que, ciclicamente, alteram completamente o paradigma do género em que tocam, cuja influência é tal que conseguem mudar a forma como as pessoas se vestem e falam virando as tendências e, não pouco frequentemente, salvando o rock do comercialismo em que entra sempre que a onda anterior já foi chupada até ao tutano.

Isto aconteceu, por exemplo, quando surgiram os Sex Pistols e o punk, em resposta à arrogância do Prog Rock e aos auto celebratórios solos dos anos 70 e aconteceu de novo, quando um tal de Kurt disse “i hate myself and i wanna die”, abrindo caminho para um movimento de ruptura com as lacas, enchumaços e Phil Collins.

Carl Barat e Pete Doherty (compositores)

Os Libertines,  com os seus casacos de cabedal, concertos intimistas e sonoridade desconjuntadamente melódica e sincera tomaram à força um panorama musical britânico ainda a capitalizar no Britpop e nos insípidos albums que foram saindo depois do fim espiritual do movimento, salvando, dizem alguns, a música inglesa de um marasmo semelhante ao pós punk nos anos 80.

Sendo, na sentido literal da palavra, Libertines, especialmente Pete Doherty e a sua tendência para a auto destruição, só lançaram dois albums que apesar do estatuto de quase culto, apenas 6 anos depois e do sucesso relativo das suas bandas posteriores (Babyshambles e Pretty Dirty Things), deixaram muita gente a sentir falta da química de Pete e Carl.

Mas era uma questão de tempo até que se juntassem, ainda que pontualmente, e eis que finalmente foram anunciados dois concertos, o primeiro no Festival de Reading e o segundo no Festival de Leeds, reunindo todos os quatro membros da antiga banda.

Apesar de correr o risco de ser mais um exercício nostálgico (ou de o Pete cair de bêbado a meio do concerto) do que um espetáculo ao vivo, é sempre bom ver ao vivo dois perfeitos exemplares vivos do rock inglês, que tanto inspiraram bandas como os Arctic Monkeys ou os Franz Ferdinand e que na sua originalidade respeitaram em absoluto o que o rock deve ser sempre: audaz.

Fontes:

PitchforkBBCNME

95FF7BFDZTZG

~ por forthestarsthatshine em Março 30, 2010.

4 Respostas to “the libertines tocam dois concertos em 2010”

  1. Gosto!…

  2. […] de há 2 meses ter falado do regresso dos Libertines, o regresso dos Strokes é-lhe perfeitamente complementar, pois as duas bandas são faces da mesma […]

  3. […] de ter voltado a juntar a mítica banda londrina para uma série de concertos no verão e de ter acabado com o […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: